sábado, 23 de julho de 2011

Pisto!

Buenos días queridos,

Vocês já ouviram falar no pisto? É um dos pratos que nao pode falta no verao espanhol, pode ser um prato principal ou um acompanhamento. Eu adoooooro, é uma delícia! 

O pisto manchego, normalmente é conhecido como pisto, nada mais que uma combinaçao de diferentes verduras refogadas. Elas podem variar, dependendo da época do ano, mas hoje em dia é possível encontrar nos mercados praticamente qualquer tipo de verdura fora da temporada.

 A origem desta receita se retrata à época dos camponeses de La Mancha, da regiao de Castilla - La Mancha. Eles cozinhavam ao ar livre os produtos que tinham em suas hortas. Os ingredientes do pisto manchego podem variar, mas os ingredientes principais sao o pimentao verde e o vermelho, tomate e abobrinha.

 Aprendi com minha tia aqui na Espanha, vocês querem aprender?! Maos à obra!

Pisto (para 06 pessoas)

Azeite de oliva
Sal
1 pitada de açúcar
2 abobrinhas de tamanho médio
2 pimentoes verdes
1 pimentao vermelho
1 kg de tomates maduros
1 cebola

Preparando o pisto: lave e pique a cebola em cubos, lave os pimentoes, abra e retire as sementes e as nervaduras, corte em cubos, faça igualmente com as abobrinhas. Em uma frigideira acrescente um pouco de azeite de oliva e leve ao fogo médio, deixando esquentar um pouco, acrescente os pimentoes e as cebolas e deixe cozinhar em fogo baixo. Acrescente as abobrinhas na frigideira dos pimentoes e cebola, e quando os legumes estiverem moles e a cebola transparente, acrescente os tomates em cubos e uma pitada de açúcar para tirar a acidez do tomate. Deixe cozinhar durante alguns minutos para que todos os sabores se misturem, sempre mexendo com uma colher. Logo pronto, despeje o pisto num prato de servir, polvilhe um pouco de queijo ralado (opcional) e sirva com umas rodelas de pao. O pisto está pronto para ser saboreado com um delicioso vinho tinto. Me encantaaaaaaaaa! É uma delíiiiiiiiiiiiiicia!

¡Buen provecho!




Foto: reproduçao

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Sangría española

  ¡Buenos días queridos lectores! 

 Aqui na Espanha já é dia, enquanto no Brasil meus compratiotas ainda descansam... por estas bandas, o dia é mais comprido no verao! Ôh beleza, podemos aproveitar muito o dia!!! Com o calor que está fazendo por estas latitudes, nada melhor do que uma sangría española para refrescar o dia ou a noite! 
  
  Se ainda faz calor na tua cidade, que tal preparar a tua sangría caseira??? Partilho a receita com vocês!

  Sangría española
  
  1 garrafa de vinho tinto
  a mesma quantidade de sprite ou refrigerante sabor limao.
  1 taça de licor, de preferencia brandy, whisky ou cointreau,
  1 pessego
  1 maça
  1 laranja
  1 pitada de canela
  açucar a gosto
  gelo a gosto

 Para fazer a sangría, melhor usar um vinho tinto espanhol, se nao encontrar na tua cidade, use um de sua preferência, mas que nao seja vinho barato, por favor! Senao a ressaca será uma das piores, haha! Nao me culpem!

Preparando a sangría: corte as frutas em cubos, somente a laranja em rodelas. Banhe-as no licor. Em seguida despeje as frutas banhadas (e o licor) em uma jarra de vidro, jutamente com o vinho tinto, o sprite, bastante gelo, um pouco de açúcar para dar um gostinho mais doce e uma pitada de canela. Com uma colher, misture bem e prove a sangría. Se achar que nao está doce, acrescente um pouco mais de açúcar. 

Para os diabéticos ou para os que cuidam da saúde, podem usar o adoçante em pó, a quantidade, creio que você saberá medir. Sirva em taças com gelo e pedaços das frutas.

As possibilidades de provar os ingredientes sao diversas, você pode usar outras frutas de sua preferência. Para acompanhar a bebida, sugiro umas deliciosas tapas!

Agora só nos falta tomar uma taça bem gelada para refrescar o nosso dia! Posso dizer que para aguentar estas altas temperaturas, a sangría é o melhor remédio! Deliciosa e suuuuuuper refrescante!

*PS: Desculpem a falta de acentos, os teclados daqui sao diferentes.


Hummm que rico! Me encantaaa!!!

¡Que la disfruten!

¡Saludos desde España!





sexta-feira, 8 de julho de 2011

Mi España querida!



 Olá queridos,

 Faltam poucos dias para minha ida à terra del Rey, del flamenco, del toro, de los jamones! Viva España! Um país lindo, com o idioma que é mi lengua madre, cheio de história, cultura, belas cidades, monumentos, país de um povo muito querido e uma gastronomia maravilhosa... aiai... só de pensar já engordei uns kilinhos.. haha!

    

  Bom, pra quem conhece a Espanha, sabe do que estou falando! Além das deliciosas paellas, já devem ter provado as famosas tapas e pintxos nas barras dos diversos bares de Madrid e outras cidades espanholas. As tapas são servidas acompanhadas da bebida que pedir, por exemplo, você pede uma cerveza e de cortesia te servem umas tapas, podem ser amendoins, azeitonas, etc. Os pintxos são pequenas rodelas de pães servidas com pequenas porções (chamadas raciones! Não se preocupe, não é ração como falamos em português!) de comida e que na maioria das vezes servem com um palito fincado para que a porção não caia quando você for morder. Geralmente são servidos sobre as rodelas de pão, peixes como anchovas, bacalhau, merluza; também servem a deliciosa tortilla de patatas (torta salgada de batatas), diversos tipos de jamones (presuntos crús), queijos, entre outros. 

 Os melhores jamones são os ibéricos de bellota, também chamados pata negra (pata preta). São chamados assim, pois são derivados dos porcos de pata preta que após o desmame, vagueiam nas florestas de carvalho, ao longo da fronteira de Espanha e Portugal (península Ibérica) onde se alimentam somente de  bellotas, é um tipo de castanha. Essa dieta dos suínos, dá um impacto significativo e diferente no sabor da carne. Este presunto é curado durante 36 meses. Depois deste vem os jamones ibéricos de recebo, onde os suínos são alimentados de bellotas e grãos e os jamones ibéricos de cebo, alimentados somente de grãos, sendo o período de cura do presunto, menor, 24 meses, com isso o custo/benefício por quilo se torna mais acessível que o jamon ibérico de bellota.  Mas, quem conhece, há de convir comigo que o sabor do primeiro é indescritível e incomparável!!! 

Cerdos de pata negra

 Enfim, os espanhóis e os turistas  que vão à Espanha, apreciam tanto os pintxos que na maioria das vezes que saem a noite, fazem dos pintxos o seu jantar, alternando de bar em bar. 

Barra de pintxos

Museo del Jamon en Madrid

Jamones por todos os lados nos mercados!!!
Fiquei doidinha!

Cortando o jamón ibérico de bellota... 
hummm, delíiiiiiiiciaaaaa!!!

  Ôhhhhh maravilha, quando me lembro da primeira vez que fui a este país, a primeira noite que saí com mis primos y amigos para comer, quando me dei conta... a noite tinha terminado no 7º bar!!! Dios mioooooo, a princípio me assustei, mas depois, me maté de la risa (morri de rir)! Hahaha! Pois me disseram que na Espanha é assim, você chega em um bar, sai de um e vai pra outro, e assim sucessivamente, terminando a noite numa discoteca ou num pub. Foram tantas tapas y pintxos que comemos y vinos que tomamos, que se eu tivesse que voltar para a casa de mis tíos sozinha, estava "lascada", hahaha! Hoje eu me lembro e não tem como não deixar de rir. 

 Ahhh como é bom viajar, apreciar as coisas belas da vida, conhecer outros povos, culturas, costumes e principalmente as comidas típicas de cada região. Sou apaixonada pela Espanha, se   fosse comentar tudo o que aprecio na gastronomia espanhola, e os experimentos que fiz, este post renderia páginas e páginas! Já que não se pode colocar tudo num post só, eu vou colocando aos poucos. 

 Aiai... já estou contanto os dias para chegar en este país de mi corazón para encontrar a família, rever os amigos e claro, comer e descobrir muuuuuitas delícias da cozinha espanhola!

 Un beso a todos mis amigos y lectores españoles y sus simpatizantes!

¡¡¡ARRIBA ESPAÑA DE MI CORAZÓN!!!


   
   Como amante da música, em particular das músicas latinas, partilho com vocês esta, do cantor espanhol - Alejandro Sanz, um dos meus preferidos... "Siempre es de noche" - letra maravilhooooooosa, romântica... que de alguma maneira, te toca, como todas as suas músicas.



     
Fotos: reprodução e arquivo pessoal 

   
  

   


terça-feira, 5 de julho de 2011

Madeleines!!!

  Salut mes amis!

  Hoje foi o dia de madeleines! Madeleines salgadas e doces, fiz para um lanche entre amigas!

  A madeleine ou petite madeleine é um bolinho tradicional das comunas de Lorraine, região nordeste da França. Uma das pâtisseries mais famosas da França. Estes bolinhos se diferenciam dos outros pela forma, pois tem a forma de concha e são vendidos em qualquer padarias e confeitarias finas. Confesso que quando estive na França me apaixonei por elas e não pude deixar de aprender a fazer estas gostosuras!


Maison Ladurée - uma das mais famosas e
deliciosa confeitaria francesa
   

  Reza a lenda que o Rei Stanilas da Polônia, que tinha uma residência na cidade de Commercy na Lorraine, convidou Voltaire para um jantar em 1755. Rolou algum stress e o pâtissier que faria as sobremesas se mandou... então, uma das criadas fez as pressas esses bolinhos em forma de concha, seguindo uma receita de família, salvando assim o jantar. E assim surgiram as madeleines.

  Outra versão é a de que uma jovem chamada Madeleine oferecia aos peregrinos do caminho de Compostela os tais bolinhos em forma de concha.

   Seja qual for a versão, as madeleines são uma delícia! Uma ótima opção para comer no café da manhã ou no lanche da tarde. São váaaaaaarias as opções de sabores, cada uma mais gostosa que a outra!


Madeleines de chouriço e alho frito


Madeleines de chouriço e alho frito
com molho caseiro de tomates e ervas


Madeleines de roquefort
com molho de iogurte e queijo fresco

Madeleines de vanilla e café 

Madeleines de vanilla e café

Para encomendas entre em contato aqui!  


Bisous!!!


Fotos: arquivo pessoal

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Ótima semana!



   Queridos leitores, 

desejo a todos uma semana abençoada, 

cheia de novidades e maravilhosamente doce... 

como estes brownies!





Beijos temperados!!!


Foto: arquivo pessoal

domingo, 3 de julho de 2011

Bom findi!

 Que vocês leitores e amigos,

     tenham um excelente final de semana,

bem docinho como o da foto !!!




 Beijos temperados!!!

sábado, 23 de julho de 2011

Pisto!

Buenos días queridos,

Vocês já ouviram falar no pisto? É um dos pratos que nao pode falta no verao espanhol, pode ser um prato principal ou um acompanhamento. Eu adoooooro, é uma delícia! 

O pisto manchego, normalmente é conhecido como pisto, nada mais que uma combinaçao de diferentes verduras refogadas. Elas podem variar, dependendo da época do ano, mas hoje em dia é possível encontrar nos mercados praticamente qualquer tipo de verdura fora da temporada.

 A origem desta receita se retrata à época dos camponeses de La Mancha, da regiao de Castilla - La Mancha. Eles cozinhavam ao ar livre os produtos que tinham em suas hortas. Os ingredientes do pisto manchego podem variar, mas os ingredientes principais sao o pimentao verde e o vermelho, tomate e abobrinha.

 Aprendi com minha tia aqui na Espanha, vocês querem aprender?! Maos à obra!

Pisto (para 06 pessoas)

Azeite de oliva
Sal
1 pitada de açúcar
2 abobrinhas de tamanho médio
2 pimentoes verdes
1 pimentao vermelho
1 kg de tomates maduros
1 cebola

Preparando o pisto: lave e pique a cebola em cubos, lave os pimentoes, abra e retire as sementes e as nervaduras, corte em cubos, faça igualmente com as abobrinhas. Em uma frigideira acrescente um pouco de azeite de oliva e leve ao fogo médio, deixando esquentar um pouco, acrescente os pimentoes e as cebolas e deixe cozinhar em fogo baixo. Acrescente as abobrinhas na frigideira dos pimentoes e cebola, e quando os legumes estiverem moles e a cebola transparente, acrescente os tomates em cubos e uma pitada de açúcar para tirar a acidez do tomate. Deixe cozinhar durante alguns minutos para que todos os sabores se misturem, sempre mexendo com uma colher. Logo pronto, despeje o pisto num prato de servir, polvilhe um pouco de queijo ralado (opcional) e sirva com umas rodelas de pao. O pisto está pronto para ser saboreado com um delicioso vinho tinto. Me encantaaaaaaaaa! É uma delíiiiiiiiiiiiiicia!

¡Buen provecho!




Foto: reproduçao

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Sangría española

  ¡Buenos días queridos lectores! 

 Aqui na Espanha já é dia, enquanto no Brasil meus compratiotas ainda descansam... por estas bandas, o dia é mais comprido no verao! Ôh beleza, podemos aproveitar muito o dia!!! Com o calor que está fazendo por estas latitudes, nada melhor do que uma sangría española para refrescar o dia ou a noite! 
  
  Se ainda faz calor na tua cidade, que tal preparar a tua sangría caseira??? Partilho a receita com vocês!

  Sangría española
  
  1 garrafa de vinho tinto
  a mesma quantidade de sprite ou refrigerante sabor limao.
  1 taça de licor, de preferencia brandy, whisky ou cointreau,
  1 pessego
  1 maça
  1 laranja
  1 pitada de canela
  açucar a gosto
  gelo a gosto

 Para fazer a sangría, melhor usar um vinho tinto espanhol, se nao encontrar na tua cidade, use um de sua preferência, mas que nao seja vinho barato, por favor! Senao a ressaca será uma das piores, haha! Nao me culpem!

Preparando a sangría: corte as frutas em cubos, somente a laranja em rodelas. Banhe-as no licor. Em seguida despeje as frutas banhadas (e o licor) em uma jarra de vidro, jutamente com o vinho tinto, o sprite, bastante gelo, um pouco de açúcar para dar um gostinho mais doce e uma pitada de canela. Com uma colher, misture bem e prove a sangría. Se achar que nao está doce, acrescente um pouco mais de açúcar. 

Para os diabéticos ou para os que cuidam da saúde, podem usar o adoçante em pó, a quantidade, creio que você saberá medir. Sirva em taças com gelo e pedaços das frutas.

As possibilidades de provar os ingredientes sao diversas, você pode usar outras frutas de sua preferência. Para acompanhar a bebida, sugiro umas deliciosas tapas!

Agora só nos falta tomar uma taça bem gelada para refrescar o nosso dia! Posso dizer que para aguentar estas altas temperaturas, a sangría é o melhor remédio! Deliciosa e suuuuuuper refrescante!

*PS: Desculpem a falta de acentos, os teclados daqui sao diferentes.


Hummm que rico! Me encantaaa!!!

¡Que la disfruten!

¡Saludos desde España!





sexta-feira, 8 de julho de 2011

Mi España querida!



 Olá queridos,

 Faltam poucos dias para minha ida à terra del Rey, del flamenco, del toro, de los jamones! Viva España! Um país lindo, com o idioma que é mi lengua madre, cheio de história, cultura, belas cidades, monumentos, país de um povo muito querido e uma gastronomia maravilhosa... aiai... só de pensar já engordei uns kilinhos.. haha!

    

  Bom, pra quem conhece a Espanha, sabe do que estou falando! Além das deliciosas paellas, já devem ter provado as famosas tapas e pintxos nas barras dos diversos bares de Madrid e outras cidades espanholas. As tapas são servidas acompanhadas da bebida que pedir, por exemplo, você pede uma cerveza e de cortesia te servem umas tapas, podem ser amendoins, azeitonas, etc. Os pintxos são pequenas rodelas de pães servidas com pequenas porções (chamadas raciones! Não se preocupe, não é ração como falamos em português!) de comida e que na maioria das vezes servem com um palito fincado para que a porção não caia quando você for morder. Geralmente são servidos sobre as rodelas de pão, peixes como anchovas, bacalhau, merluza; também servem a deliciosa tortilla de patatas (torta salgada de batatas), diversos tipos de jamones (presuntos crús), queijos, entre outros. 

 Os melhores jamones são os ibéricos de bellota, também chamados pata negra (pata preta). São chamados assim, pois são derivados dos porcos de pata preta que após o desmame, vagueiam nas florestas de carvalho, ao longo da fronteira de Espanha e Portugal (península Ibérica) onde se alimentam somente de  bellotas, é um tipo de castanha. Essa dieta dos suínos, dá um impacto significativo e diferente no sabor da carne. Este presunto é curado durante 36 meses. Depois deste vem os jamones ibéricos de recebo, onde os suínos são alimentados de bellotas e grãos e os jamones ibéricos de cebo, alimentados somente de grãos, sendo o período de cura do presunto, menor, 24 meses, com isso o custo/benefício por quilo se torna mais acessível que o jamon ibérico de bellota.  Mas, quem conhece, há de convir comigo que o sabor do primeiro é indescritível e incomparável!!! 

Cerdos de pata negra

 Enfim, os espanhóis e os turistas  que vão à Espanha, apreciam tanto os pintxos que na maioria das vezes que saem a noite, fazem dos pintxos o seu jantar, alternando de bar em bar. 

Barra de pintxos

Museo del Jamon en Madrid

Jamones por todos os lados nos mercados!!!
Fiquei doidinha!

Cortando o jamón ibérico de bellota... 
hummm, delíiiiiiiiciaaaaa!!!

  Ôhhhhh maravilha, quando me lembro da primeira vez que fui a este país, a primeira noite que saí com mis primos y amigos para comer, quando me dei conta... a noite tinha terminado no 7º bar!!! Dios mioooooo, a princípio me assustei, mas depois, me maté de la risa (morri de rir)! Hahaha! Pois me disseram que na Espanha é assim, você chega em um bar, sai de um e vai pra outro, e assim sucessivamente, terminando a noite numa discoteca ou num pub. Foram tantas tapas y pintxos que comemos y vinos que tomamos, que se eu tivesse que voltar para a casa de mis tíos sozinha, estava "lascada", hahaha! Hoje eu me lembro e não tem como não deixar de rir. 

 Ahhh como é bom viajar, apreciar as coisas belas da vida, conhecer outros povos, culturas, costumes e principalmente as comidas típicas de cada região. Sou apaixonada pela Espanha, se   fosse comentar tudo o que aprecio na gastronomia espanhola, e os experimentos que fiz, este post renderia páginas e páginas! Já que não se pode colocar tudo num post só, eu vou colocando aos poucos. 

 Aiai... já estou contanto os dias para chegar en este país de mi corazón para encontrar a família, rever os amigos e claro, comer e descobrir muuuuuitas delícias da cozinha espanhola!

 Un beso a todos mis amigos y lectores españoles y sus simpatizantes!

¡¡¡ARRIBA ESPAÑA DE MI CORAZÓN!!!


   
   Como amante da música, em particular das músicas latinas, partilho com vocês esta, do cantor espanhol - Alejandro Sanz, um dos meus preferidos... "Siempre es de noche" - letra maravilhooooooosa, romântica... que de alguma maneira, te toca, como todas as suas músicas.



     
Fotos: reprodução e arquivo pessoal 

   
  

   


terça-feira, 5 de julho de 2011

Madeleines!!!

  Salut mes amis!

  Hoje foi o dia de madeleines! Madeleines salgadas e doces, fiz para um lanche entre amigas!

  A madeleine ou petite madeleine é um bolinho tradicional das comunas de Lorraine, região nordeste da França. Uma das pâtisseries mais famosas da França. Estes bolinhos se diferenciam dos outros pela forma, pois tem a forma de concha e são vendidos em qualquer padarias e confeitarias finas. Confesso que quando estive na França me apaixonei por elas e não pude deixar de aprender a fazer estas gostosuras!


Maison Ladurée - uma das mais famosas e
deliciosa confeitaria francesa
   

  Reza a lenda que o Rei Stanilas da Polônia, que tinha uma residência na cidade de Commercy na Lorraine, convidou Voltaire para um jantar em 1755. Rolou algum stress e o pâtissier que faria as sobremesas se mandou... então, uma das criadas fez as pressas esses bolinhos em forma de concha, seguindo uma receita de família, salvando assim o jantar. E assim surgiram as madeleines.

  Outra versão é a de que uma jovem chamada Madeleine oferecia aos peregrinos do caminho de Compostela os tais bolinhos em forma de concha.

   Seja qual for a versão, as madeleines são uma delícia! Uma ótima opção para comer no café da manhã ou no lanche da tarde. São váaaaaaarias as opções de sabores, cada uma mais gostosa que a outra!


Madeleines de chouriço e alho frito


Madeleines de chouriço e alho frito
com molho caseiro de tomates e ervas


Madeleines de roquefort
com molho de iogurte e queijo fresco

Madeleines de vanilla e café 

Madeleines de vanilla e café

Para encomendas entre em contato aqui!  


Bisous!!!


Fotos: arquivo pessoal

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Ótima semana!



   Queridos leitores, 

desejo a todos uma semana abençoada, 

cheia de novidades e maravilhosamente doce... 

como estes brownies!





Beijos temperados!!!


Foto: arquivo pessoal

domingo, 3 de julho de 2011

Bom findi!

 Que vocês leitores e amigos,

     tenham um excelente final de semana,

bem docinho como o da foto !!!




 Beijos temperados!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...